GOLPE: bandidos vendem tijolos sem estoque e roubam para entregar

Em Marechal Cândido Rondon, no estado do Paraná, os bandidos estão aplicando o golpe do tijolo. Eles vendem o produto sem ter o estoque para entregar. Em seguida, saem à caça de vítimas indo roubar o material de algum lugar que tenha tijolos.

Tudo começou quando um morador da cidade flagrou homens furtando uma carga de tijolos que estavam na calçada de sua casa. Desesperado, por ver que estavam levando o material de sua obra, o morador ligou para a polícia. Então, os policiais chegaram ao local e interceptaram a operação. Os homens se explicaram e disseram que uma mulher os contratou para buscar os tijolos.

A polícia identificou a mulher e foi atrás dela. Essa mulher disse à policia que comprou a carga de outro homem e que inclusive chegou a pagar R$ 1.400 a ele. A mulher tinha até um recibo emitido por esse homem, comprovando a venda dos tijolos.

Mas tudo se tratava de um golpe. A mulher comprou uma carga que não existia e se não fosse pelo comprovante de transferência e pelo recibo, ainda teria levado a culpa do crime. Em entrevista ao programa Balanço Geral, da Record TV, o delegado Rodrigo Batista explicou o modus operandi do bandido.

Segundo ele, o homem teria se passado por possuidor da carga de tijolos, tendo os vendido para essa mulher que os comprou de boa fé. O bandido já foi identificado e a polícia tem informações para abrir um inquérito criminal contra ele, por crime de estelionato.

Evite cair em golpe ao comprar fora de lojas de materiais de construção

O delegado alerta para que a população fique atenta para esse tipo de golpe sempre que for comprar produtos de segunda mão, de terceiros e que não seja em lojas. É muito importante saber de quem está se comprando e solicitar os documentos do vendedor, inclusive para posterior identificação. Ele alerta, ainda, sobre a importância de se saber a procedência do produto, visando evitar cair em golpe ou responder pelo crime de receptação de mercadoria roubada.

Confira abaixo a matéria do Balanço Geral:

Siga-nos no Twitter:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You cannot copy content of this page