Rússia abre processo contra WhatsApp por violação da lei de dados pessoais

 

MOSCOU – Na sexta-feira, a Rússia abriu um processo administrativo contra o WhatsApp – que pertence ao Facebook – por aquilo que o governo russo alega ser uma falha na localização de dados de usuários russos, em território russo, informou a agência de notícias Interfax.

O Facebook ainda não comentou nada a respeito.

Um dia antes, um tribunal russo multou o Google da Alphabet Inc. em 3 milhões de rublos (US$ 41.000) por violar a legislação de dados pessoais. O tribunal também abriu processos administrativos contra o Facebook e o Twitter pelo mesmo delito.

Os casos são parte de uma disputa bem mais ampla entre a Rússia e as Big Techs, onde Moscou vem, cada vez mais, multando gigantes da mídia social por não removerem conteúdo banido e tentando persuadir as empresas estrangeiras de tecnologia a abrirem escritórios na Rússia.

O WhatsApp pode ser multado entre 1 milhão e 6 milhões de rublos (US$ 13.700 a US$ 82.250), informou a Interfax, citando documentos judiciais. A data do julgamento ainda não foi definida.

Siga-nos no Twitter:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You cannot copy content of this page