Adriana Araújo negocia volta à TV aberta

Após ser demitida da Record, em março deste ano, e ficado fora do ar, Adriana Araújo está em negociações avançadas com a Band.

Desde o fim do contrato com a Record, Adriana Araújo ficou longe das TVs e agora está em negociações com a Band. Durante os últimos 15 anos, a jornalista trabalhou com funcionaria do canal do Edir Macedo.

Segundo o repórter Flávio Ricco, do R7, as tratativas entre a ex-apresentadora do Jornal da Record e a Band estão em estágio avançado. Nos bastidores, funcionários comentam que o contrato dela será assinado nos próximos dias.

Adriana Araújo foi contratada pela Record em 2006, quando deixou a Globo após 11 anos como repórter. A famosa comandou o Jornal da Record por dois períodos: antes e depois de Ana Paula Padrão. Ela também trabalhou como repórter correspondente, nos Estados Unidos, para a rede TV da Igreja Universal.

A demissão de Adriana foi anunciada oficialmente em março deste ano. Desde então, ela tem sido alvo de boatos. Enquanto alguns apostavam que ela iria para a CNN Brasil, na TV a cabo, outros já diziam que ela seria contratada pela Band.

Em seu texto de despedida, a jornalista destacou tanto o lado positivo quanto o lado negativo de sua passagem pelo canal. “Vou me lembrar de implicar com o teleprompter porque queria contar as notícias e não ler as notícias. A birra persiste,” contou.

”Vou me lembrar que recebi a confiança de muitos. Mas não de todos. Algumas vezes ouvi: ‘Mas você era só uma repórter na TV Globo.’ E apenas segui em frente pensando: ‘Eles ainda desconhecem a força de um repórter’”, alfinetou.

Caso o contrato seja concretizado, Adriana Araújo voltará ao ar com pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19 no braço. Em junho, a jornalista revelou aos fãs que tomou a primeira dose do imunizante.

“Fechei os olhos e apenas agradeci. Ao SUS, ao Butantan, a todos que estão na linha de frente nos postos de vacinação e dentro dos hospitais. Lamento muito que o descaso e o desrespeito à vida e à ciência impediram que a vacina chegasse mais cedo, a tempo de salvar muitas vidas. Mas seguirei firme, de máscara, sorrindo e agradecendo com os olhos. Não há mal que dure para sempre. Vai passar,” ela escreveu na época.

Confira a reportagem, em vídeo, sobre Adriana Araújo:

Siga-nos no Twitter:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You cannot copy content of this page