Após não tomar vacina, Gabriel Medina se pronuncia

Após a repercussão, Gabriel Medina tentou se explicar após tomar a decisão de não se vacinar contra a covid-19. Ele disse que vai se vacinar em breve. Será?

Gabriel Medina se pronunciou depois de anunciar que não foi vacinado contra Covid-19. Nesta sexta-feira (06), o surfista tentou se explicar nas redes sociais, dizendo que foi um erro optar por não aceitar o imunizante.

A polêmica começou quando Medina disse que foi proibido de participar de uma etapa da competição Mundial de Surfe por não ter sido vacinado contra o coronavírus. Após a grande repercussão do incidente, ele resolveu se pronunciar. Em um texto que publicou em suas redes sociais, ele prometeu que vai tomar a vacina em breve. Será?

Veja o que ele disse:

“Vacina salva vidas, galera! Foi um erro meu eu não ter conseguido encaixar a imunização na minha agenda de treinos pros desafios desse ano, focado no Campeonato Mundial. Mas em breve tomarei a minha.”

Medina ainda afirmou que enquanto estiver sem imunização, continuará tomando todos os cuidados para evitar contrair a doença. “Enquanto isso, sigo tomando todos os cuidados e seguindo os protocolos de segurança,” garantiu o surfista.

Gabriel Medina e a polêmica com a vacina

A polêmica veio à tona nesta quinta-feira (5). Depois de perder a chance de um pódio nas Olimpíadas de Tóquio e voltar ao Brasil frustrado e sem medalha, Medina revelou que passou por outro perrengue.

Ele disse que por não ter sido vacinado contra covid-19, ele foi excluído da rodada final da competição Mundial de Surf realizada em Teahupoo, na costa do Taiti, na Polinésia Francesa. A imunização contra o Covid-19 é um dos requisitos deste evento.

O surfista revelou toda a saga durante a transmissão de uma live de seu canal na plataforma Twitch. Na transmissão, o marido de Yasmin Brunet defendeu sua ausência do Mundial de Surf. E continuou reclamando da situação: “Vou ser obrigado a não ir, sacanagem.”

“Eu não vou para Teahupoo porque eu não tomei a vacina e aí tem que fazer dez dias de quarentena. Aí não dá tempo de ir do México, que é uma seguida da outra”, disse Medina.

Apesar de estar em busca do título do campeonato Mundial de Surf, Medina não se mostrou preocupado por ser proibido de participar da etapa da competição. “Mas de boa. Eu posso descartar uma etapa, então está de boa”, disse ele.

Gabriel Medina que escolheu não se vacinar. Isso porque, antes das Olimpíadas de Tóquio, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) forneceu vacina contra o coronavírus a todos os atletas participantes das Olimpíadas. Porém, coube a cada participante decidir se receberia ou não o imunizante.

Siga-nos no Twitter:

1 Comment

  1. Dimmy
    agosto 7, 2021 - 8:30 am

    Parece que nao quer tomar a vacina mas ta com medo de ser isolado por nao toma-la… Eu nao tomei e nao escondo de ninguem.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You cannot copy content of this page