O Forum Econômico Mundial E a Fundação Rockefeller Estão Por Trás Dos Passaportes Da Vacina

Klaus Schwab está se tornando um dos homens mais perigosos da história moderna. O seu Fórum Econômico Mundial e a Fundação Rockefeller são os principais motores por trás da adoção do passaporte da vacina digital. Dois anos antes da pandemia do corona, a Comissão da UE tinha elaborado um “roteiro para a vacinação”.

Estão criando um mundo autoritário onde esses conspiradores se escondem por de trás da cortina a agenda de redução populacional. Esses criminosos estão mantendo todas essas restrições sanitárias mundiais para reduzir o CO2 e, em seguida, negar o direito dos cristãos de terem filhos.

O Forum Econômico Mundial E a Fundação Rockefeller Estão Por Trás Dos Passaportes Da Vacina

É importante nos certificar de que QUALQUER político que esteja em liga com Schwab seja expulso do cargo público até o final de 2022.

Todo o futuro da sociedade ocidental depende da rejeição de Schwab e da sua louca Agenda 2030. Além disso, QUALQUER empresa que esteja em parceria com o Fórum Econômico Mundial deve ser BOICOTADA a qualquer o custo.

Os CEOs que tenham qualquer tipo ligação com Schwab devem também perderem seus cargos nas empresas. Tais CEOs abandonaram a responsabilidade fiduciária com os acionistas dessas empresas e passaram a apoiar a agenda comunista de Schwabs a qual ele chama de economia das partes interessadas – que nada mais é do que arrecadar muito dinheiro para investimento supostamente investir em coisas de interesse público mas depois desviar o dinheiro para as agendas políticas globalistas.

Se tais medidas não forem tomadas até o final de 2022, nossa vantagem se reduzirá enormemente e ficaremos em desvantagem na batalha contra a tirania em ascensão. Tanto o Fórum Econômico Mundial como a Fundação Rockefeller devem ser alvo de uma lista negra de qualquer investimento. Neste mundo em que eles querem cancelar qualquer pessoa que diga a verdade sobre a sua agenda, é tempo de os cancelarmos essa gente de volta.

 

Siga-nos no Twitter:

You cannot copy content of this page